Hospital ColĂ´nia Pedro Fontes

A ColĂ´nia Pedro Fontes por Tadeu Bianconi

Tadeu Bianconi, fotógrafo e professor de fotografia, nasceu e cresceu em uma cidade do interior do Espírito Santo, Colatina, na década de 1960. Sua vocação e paixão pela fotografia se expressaram anos depois, mais precisamente em 1986, quando Tadeu, já com seus 22 anos e cursando jornalismo, foi apresentado a essa forma de arte por um fotógrafo alemão que estava no Brasil. Da fotografia nunca mais se separou, entretanto Tadeu desenvolveu um estilo próprio com o qual registra as imagens, captando as percepções e sensações do mundo ao seu redor.

Quando ainda morava em Colatina, Tadeu Bianconi soube que a tia de um amigo teve o diagnóstico de hanseníase, quando tomou conhecimento desta doença. Porém, seus registros fotográficos do Hospital Colônia Pedro Fontes se iniciaram por volta de 2002, quando foi convidado pela amiga Patrícia Deps para acompanhá-la em suas visitas à colônia e registrar a essência e a história do lugar.

Através das suas imagens, Tadeu Bianconi captou o sentimento da colônia, por onde viveu pessoas forçadamente separadas de seus familiares, mas também pessoas que ajudaram a aliviar o sofrimento das outras. Tadeu documentou o patrimônio arquitetônico do complexo da Colônia de Itanhenga inaugurada em 1937, e o que ao seu olhar podia ter importância para a história da medicina e da hanseníase. Tadeu registrou em detalhes, através da transcendência das imagens, concretudes e abstrações, o ambiente da colônia. Não perdeu nenhum clique, registrou os pavilhões, as casas, os prédios, campo de futebol, e o Educandário Alzira Bley. Mas foi fotografando os moradores da colônia, que Tadeu demonstrou sua habilidade de não interferir na cena, registrando o cotidiano das pessoas com espontaneidade. Tadeu, se vê como um espectador humanista, e demonstra uma profunda sensibilidade que resultaram na incrível obra aqui exposta.

Arquivo de fotos tiradas por Tadeu Bianconi ao Hospital ColĂ´nia Pedro Fontes, entre os anos de 2010 -2014.